sábado, 15 de junho de 2013

Sobre o Tejo

A costa, promontório no meio do mar de nuvens,
Sobre o rio que lentamente engole a terra,
No seu abraço frio e húmido,
E torna, mais uma vez, Portugal Nevoeiro...
Quando virá a Hora?

--//--||--\\--

16/2/2013

--//--||--\\--

Rise...

Sem comentários: