domingo, 17 de novembro de 2013

Reflexões à janela do autocarro #1

Por vezes, dou comigo a olhar para trás, para o meu passado. Em especial, para os meus erros, e a desejar, por momentos, poder voltar atrás e mudá-los, evitá-los. Poder recuperar oportunidades perdidas, não dizer -ou mudar- coisas que disse, poder falar nas vezes em que estive calado.

Depois, pouco depois, perco esses desejos. Porque, se não fosse por esses erros, não seria quem sou hoje, seria outra pessoa.

Voltando atrás, seria uma pessoa melhor?

Talvez sim, talvez não. Agora, sou quem sou. E até gosto de quem sou.

Depois destas reflexões, e, com elas em mente, olho em frente.

Sem comentários: